terça-feira, 10 de julho de 2012

SIDERAL



A mim importa quão curto seja esse momento
Em que revestido de tão tenro amor
Eu me renovo e assim adianto a vida

É importante se pensas que ainda vives em mim
Afora os campos que nos percorrem
É a tua face a sorrir

Repenso e me dói que não tenhas esperança
Pois para ser o que sou agora tive que estar contigo
E agradeço por estar em mim o que de melhor há em tu

Não é eterno, se não há intensidade naquilo que desejamos
Nenhuma idéia é concebida para um destino que não nos sirva
Buscar a essência das coisas sem que haja medo e assim apenas ser

Permitir que o novo também vigore
Há tanta coisa por nascer e assim nos acompanhar
Desse modo partilhar o momento, sem nunca ser sozinho
Decidir com um passo a frente, para sempre existirás


(O.L.)