quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

INVENCÍVEL



Você é aquilo que faz
Nunca aquilo que dizem sobre você
Aquilo que dizem a seu respeito
Soa como fragmentado e inoportuno

Peça para essas pessoas vestirem as suas roupas
E que as mesmas comprem os seus problemas
E, talvez, sonharem seus sonhos
E viverem seus pesadelos

Peça para elas serem você
Por apenas um dia
E então, você será surpreendido
Pelo assombro em suas faces
Pela grata surpresa da mesmice
E da ilusão do despreparo

Não se espante, muitos desses estão por aí
Até mesmo à margem do seu caminho
Entretanto, mantenha seu ser tranquilo
É você quem desmistifica a sua própria jornada
O caminhante sempre é você
Fora isso, esqueça o dilema comum

A grande idéia sobre você
É a que você mesmo unicamente conhece
Reveja sempre seus conceitos e opiniões
Não como um flagelo, como angústia
Mas como um pergaminho sincero 
Daquilo que é válido em você, não nos outros

Seja sereno e observador
Pois os invejosos e seres limitados de espírito não o são
Assim entenderá que o gigante da sua alma
É um anão de coração azul
Poderoso e infinito, mas que nem por isso
Precisa olhar por cima dos outros
Apenas estende a mão, mesmo de baixo
Quando quer partilhar o que tem

No mais, prossiga seu caminho, você sempre é aquilo que faz


(O.L.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário