quarta-feira, 27 de julho de 2005

Manifestações


Apresenta-me o amor total, aquele que jamais senti...
Mostre-me a plenitude da felicidade, já que não a conheço.
Leve-me ao mar, minhas ilusões chegarão ao fim.
Envolva-me no tempo, preciso existir na intensidade infinita.
Conduza-me ao porto onde está ancorado teu corpo,
Minha alma é como um navio perdido.
Coloca-me um dia nas abstrações dos teus planos, minha vida será útil.
Rouba-me alguns dias, a pena do teu crime será me ter para sempre...

2 comentários:

  1. Engraçado... tenho essa mesma idéia de que ao chegar o mar as ilusões se acabam... ilusões de toda uma vida. Belíssima poesia. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Quando somos envolvidos no tempo realmente é sinal que nos roubaram o coração...

    ResponderExcluir